Ano xliv - Aula 06: Batalha de Stregheria

A Batalha de Stregheria ocorreu em meados do XV Ano Letivo (da dita “era moderna italiana”), quando um bruxo das trevas chamado Nekapeth invadiu o castelo da Academia com seus mais de 100 seguidores, denominados Servos da Serpente.

Nekapeth era um bruxo praticante das consideradas artes das trevas, de origem desconhecida, que queria desestruturar o país e tomar o poder, começando pela escola.

Os combatentes do ministério já esperavam pelos servos na academia, pois estavam recebendo informações internas de Nicholas Galahad, infiltrado a mando da ministra Flavia Galahad. Ambos simularam a morte da ministra, para que o bruxo conquistasse a confiança de Nekapeth e seus seguidores.

Os principais combatentes do lado do ministério foram Nicholas Galahad, Isa Eisenheim, Lindsey Lancaster (então diretora da academia) e Falkom Nuremberg, além da ministra, que por semanas foi considerada morta por toda a população e, só então, reapareceu.

Nekapeth e seus servos eram conhecidos por não serem bruxos com grande habilidade mágica, sendo uma pedra no sapato do ministério muito mais pela quantidade do que pela qualidade. Os combatentes do ministério não tiveram grande dificuldade em derrotar o exercito adversário, incluindo Nekapeth. Os poucos servos sobreviventes foram capturados em sua maioria, porém uma pequena quantidade deles conseguiu fugir.

Algum tempo após a batalha, por meio de informações extraídas dos servos capturados, descobriu-se que Falkom Nuremberg estava traindo o ministério repassando informações a Nekapeth, porém, como ele não estava obtendo acesso a todas os planos, incluindo a falsa morte da ministra e a armadilha no castelo, Falkom não pôde evitar a derrota do seu mestre.


 

Pontuação:

+ 5 pontos Aleksander Silbermond

+ 5 pontos Connor Kenway

+ 5 pontos Arquera Medieval