Nota Oficial: Partida Ixion x Shiva

Em virtude do ocorrido na partida entre Shiva e Ixion, pela Taça de Quadribol, no sábado às 16h, fez-se necessário uma minuciosa avaliação por parte da arbitragem. Foi constatado, categoricamente, o uso de má fé por parte dos jogadores da casa Ixion. De forma sucinta, eis o que aconteceu:

– Os jogadores aguardavam no campo, porém não havia juiz para apitar a partida;

– Solicitou-se a presença da diretora Louise Ferri para ser a juíza da partida, e da Prof.ª Dhara Everglot para ser auxiliar, a primeira estando desatualizada das regras e a segunda sendo completamente inexperiente na função;

– O que se verificou a partir daí foi uma completa manipulação dos jogadores do time da Ixion, burlando regras e induzindo ao erro da arbitragem em decorrência de ações inexistentes e alterações descabidas. Dentre as regras quebradas [que foram MUITAS] segue a lista de ao menos uma por posição em campo:

 

=> Em determinado momento da partida as regra nº 01 e 03 para Artilheiros e Goleiros foram completamente ignoradas, quando ao receber a Goles do goleiro, o artilheiro deu um tiro direto aos aros, sem qualquer passe entre o time;

=> E o que falar dos batedores, que possuíam balaços infinitos à disposição (?);

=> No meio da partida, após ter sido balaçado, o Apanhador Valter Lioncourt foi substituído pelo jogador João Lioncourt. Segundo a regra nº 02 para Apanhadores “Um apanhador que estiver balaçado não poderá ser substituído pelo resto da partida. Caso ele saia de campo, o seu time seguirá o restante da partida sem apanhador, a menos que ele retorne posteriormente”.

=> Sobre a postura do Capitão, as regras direcionadas a ele foram burladas em mais de um momento. Regra nº 01, apenas o Capitão do time pode se dirigir ao juiz. Regra nº 03, não substituir jogadores que tenham sido balaçados.

 

– Em relação à conduta pessoal dos jogadores da Ixion em campo, é inadmissível a postura adotada pelo jogador, João Lioncourt, e pela jogadora Sophia Galahad, ao direcionarem ofensas a Juíza da partida e aos jogadores adversários mostrando clara falta de respeito e fair play. Tais atitudes não condizem com o Código de conduta da Academia Stregheria de Magia e são repudiadas com rigor.

– Do lado da Shiva, verificou-se no meio da partida, a inobservância à regra nº 03 para Artilheiros e Goleiros. Não realizando as 5 ações antes do tiro ao aro.

– Ressaltando que o explanado acima só foi verificado após o término da partida, uma vez que a completa desorganização em campo e a inexperiência e desatualização da arbitragem não permitiu a observação às regras em campo.

Tendo por base tudo que foi exposto, foi levantada a hipótese de anulação da partida. Hipótese esta, rejeitada pelo time da Shiva. Em respeito a todos, e visando manter as partidas da Taça de Quadribol limpas e justas, a direção da Academia Stregheria de Magia resolveu punir exemplarmente os envolvidos.

A punição ocorrerá com a perda de pontos na Copa das Casas, de acordo com o grau das faltas cometidas e das intenções observados pelos mesmos. Dessa forma serão subtraídos, respectivamente, 200 e 50 pontos da Ixion e da Shiva.

Fica aqui afirmado, que a autoridade máxima em campo pertence ao Juiz da partida e não será mais permitida tamanha desordem e atitudes antidesportivas durante as partidas de Quadribol.

 

Atenciosamente, Louise Ferri
Diretora da Academia Stregheria de Magia